Activadas mascaras de oxigénio depois de um passageiro se ter largado

0
160

Um voo da Ryanair Madrid – Fuerteventura foi forçado a activar as máscaras de oxigénio, quando estavam prestes a aterrar, devido à negligência de um passageiro que não conseguiu controlar os seus instintos.

Um total de 11 pessoas, incluindo passageiros e tripulação, foram atendidas no serviço médico de Fuerteventura por tonturas, dor de cabeça, sangramento e problemas respiratórios: “Foi horrível, pensei que estava morrendo. A máscara do meu parceiro não funcionou e tivemos que partilhá-la. “

O avião, um Boeing 737, que tinha deixado às 16:30 do aeroporto Adolfo Suarez Madrid transportava o passageiro Julian Presmanes, um espanhol, e culpados dos fatos, que se tentou defender: “Eu segurei o que pude. Tinha comido uma grande feijoada e se não me largasse acho que iria explodir “.

Deixa o teu comentário, ele é muito importante para nós!