Ficou em coma mais de 5 anos, e o que ele disse quando acordou é de dar arrepios

0
405

A história de Martin Pistorius é muito interessante,

Tudo começou quando ele ainda era uma criança, que amava brincar com seus irmãos, fazia parte de uma família carinhosa. Aparentemente era uma criança normal, mas com o tempo Martin começou a ter problemas para se movimentar, suas mãos não tinham mais a mesma flexibilidade, depois foram suas pernas e até mesmo sua fala foi afetada.

Sem nenhuma explicação, entrou em coma, com apenas 12 anos de idade, os os médicos não compreendiam o que estava acontecendo. Somente depois de 3 anos saiu do coma, mas só conseguiu recobrar sua consciência aos 16. Martin teria um momento complicado e muito mais desafiador do que o próprio coma.

Somente aos 19 anos,recobrou a consciência, mas mesmo com os olhos abertos, parecia ausente. Perdera a capacidade de interagir, seu corpo estava completamente paralisado. Sua única forma de se comunicar era pelo olhar. Virna Van Der Walt, que era a cuidadora dele, notou que ele usava os olhos para responder sua perguntas.

A família o enviou para a universidade de Pretória para exames mais aprofundados de seu consciente. Os médicos ajudaram cedendo um computados que ajudaria a família a se comunicar com Martin. Martin, se esforçou e procurou uma vida normal, conseguiu até se formar.

Martin casou e vive Reino Unido, com a esposa, ele relembra quando esteve em coma, “Minha mãe me olhava desejando que eu morresse, não por maldade, mas porque ela não sabia que eu estava mentalmente presente.” Com essa frase os médicos que estudavam descobriram que ele ouvia tudo ao seu redor.

O jovem sofria da síndrome locked-in, os médicos acreditam que essa síndrome acontece após um acidente vascular cerebral, que danifica parte do tronco do cérebro, o que faz os músculos faciais e corporais se paralisem.

Martin necessita do computador para se comunicar, mas consegue ter uma vida feliz. Segundo ele, a experiência fez com que tivesse gratidão pela vida e que visse a vida de outro modo. Ele disse, “Por muitos anos eu era como um fantasma. Eu podia ouvir e ver tudo, mas era como se eu não estivesse lá. Eu era invisível”. Martin conta tudo o que aconteceu com ele em um livro, ‘Ghost Boy”, sua experiência e realmente fascinante.

loading...

Deixa o teu comentário, ele é muito importante para nós!