Manuel, 52 anos, Português, casado, passageiro do voo 1455 da TAP

0
836

Um alentejano ia pela primeira vez fazer uma viagem de avião, quando uma coisa no aeroporto lhe chamou a atenção.

Era um computador com voz, que fazia a identificação dos passageiros através da sua imagem.

Assim que o alentejano passou o computador acusou:

‘Manuel, 52 anos, Português, casado, passageiro do voo 1455 da TAP’.

Impressionado, o Manuel foi ao WC, rapou o bigode e mudou de camisa.

Ao passar pelo computador a voz acusou novamente ‘Manuel, 52 anos, Português, casado, passageiro do voo 1455 da TAP’.

Mas o Manuel não se deu por vencido.

Voltou ao WC, fez uma maquilhagem perfeita, colocou uma peruca ruiva e envergou um vestido de mulher. Pensou ‘Agora sempre quero ver se a porcaria da máquina me reconhece’.

Ao passar o computador acusou de novo:

‘Manuel, 52 anos, Português, casado, por causa das palermices, acaba de perder o voo 1455 da TAP