Um louco quase curado

0
521

Num manicómio, um louco cai da piscina e começa a afogar-se. Desesperado, outro louco corre para a piscina, de modo a salvá-lo.

No dia seguinte, o diretor do hospital dirige-se ao quarto do louco “salva-vidas”:

-Meu senhor! Aceite os meus parabéns! Vim pessoalmente para lhe dizer que tenho uma boa e uma má notícia para si:

A primeira notícia é que você vai ter alta! Depois da ação de ontem, a nossa equipa concluiu que você estava totalmente curado!

A segunda, infelizmente, não é boa. Aquele maluco que você salvou foi encontrado morto, enforcado num cinto.

– Não, senhor doutor, ele não está enforcado e muito menos morto – Desdramatizou o “salva-vidas”

– Eu é que o pendurei para secar!