Uma freira que acordou bem disposta

0
664

Num convento de freiras, a madre superiora, ao despertar, murmura:

– Que noite linda! Hoje não vou perturbar as pobres das freiras. Vou tratá-las bem.

Levanta-se e dirige-se aos claustros.

– Bom dia, irmã Josefa. Está com boa aparência. É uma camisola o que está a tricotar!?

– Obrigada, madre. A senhora também está muito bem, mas parece que se levantou do lado errado da cama, não!?

A madre não gostou do comentário, mas continuou. No claustro seguinte repetiu:

– Bom dia, irmã Maria, que boa aparência tem hoje! E que bonito está a ficar o seu bordado.

– Obrigado, madre. A senhora também está com bom aspecto. Mas vê-se que hoje se levantou do lado errado da cama.

A madre superiora ficou furiosa, mas seguiu o seu caminho.

Porém, todas as freiras respondiam o mesmo. Assim, quando chegou à quinta freira já estava irritadíssima e saudou-a com os dentes cerrados.

– Bom dia, irmã Leonor. Seja-me sincera. Estou com ar de quem se levantou hoje do lado errado da cama?

– Sim, madre.

– E porquê?

– É que a senhora calçou as chinelas do padre António.